Mastim Tibetano-Valores, História da Raça, Características e Cuidados


Com sua aparência nobre, linda pelagem, com cores bonitas e uma bela cauda, o Mastim Tibetano, também conhecido como Mastiff Tibetano, sem dúvida esbanja charme por onde passa. É amoroso, gentil paciente e compreensivo. É um excelente trabalhador, que não tem medo de proteger sua família e é muito leal. Como é um cachorro de grande porte, pode ser um ótimo cão de guarda, sendo muito utilizado para tal função.

Mas, por mais atraente que essa raça possa ser, se tem que levar em conta todas as características antes de decidir se irá comprar um. Ao mesmo tempo que é incrivelmente lindo, pode ser um desafio cuidar de um cão dessa raça.

Outros cães desse tipo são o Mastim Inglês, o Mastim Napolitano e o Mastim Siberiano.

História do Mastim Tibetano

O Mastim Tibetano é originário do Tibete. Existem poucos registros documentados sobre a raça antes do final do século XIX. Porém, acredita-se que a raça é bem antiga, testes de DNA confirmam que essa raça é descendente de Mastiffs há uns 5.000 anos atrás.

O primeiro cachorro tibetano foi importado para a Inglaterra e foi dado como presente para a Rainha Victoria pelo Lord Hardinge, vice-rei da Índia, no ano de 1847. Em 1873, a England’s Kennel Club foi criada e a raça foi introduzida oficialmente como Mastim Tibetano.


Em 1874, o Príncipe de Gales, importou dois Mastim Tibetano para Inglaterra e em 1875 foram mostrados na Alexandra Palace Show. A raça continuou a ser importada na Inglaterra e na Europa, e em 1931 foi criado o primeiro clube do Mastim Tibetano.

Mas a Segunda Guerra Mundial colocou um fim a criação de animais, e foi somente após 1976 que a importação da raça começou de novo.

Nos Estados Unidos aconteceu algo semelhante. Dois Mastim Tibetano foram dados para o presidente no final da década de 50, mas eles foram levados para uma fazenda e a raça não teve continuidade. Foi só a partir de 1970 que outros Mastim foram importados para os Estados Unidos e se tornaram cães de criação lá.

O clube do mastim tibetano na América foi criado em 1974, da mesma maneira que foi criada a Associação Americana do Mastim Tibetano. O primeiro show que a raça teve aparição foi em Outubro de 1979.Em janeiro de 2007 o Mastim Tibetano foi reconhecido pelo American Kennel Club.

Comportamento

O cachorro Mastim Tibetano é um cão teimoso, e portanto é um pouco difícil de adestrá-lo, principalmente para competições de obediência e agilidade. Ele é independente, não vai até você em busca de orientação, e irá desobedecê-lo quando ele achar que está certo.

Mantê-los fora de casa a noite pode ser um problema, pois eles podem começar a latir. Ou então se o seu quintal tiver uma área de terra, pode ser que ele comece a cavar e se tornar territorial, o que tende a ele ser agressivo.

Socializa-lo desde filhote irá ajudar que ele cresça um cão não agressivo. Levá-lo para passear em diversos lugares, em caminhos e horários diferentes, irá ajuda-lo a se acostumar desde cedo á convivência com outras pessoas.

Características Físicas

  • Esse cão pode chegar a 80 kg
  • Os machos podem ter até 66 cm e as fêmeas 61 cm
  • A expectativa de vida varia entre 10 e 14 anos
  • As cores podem variar em preto com as patas e focinho marrons, preto azulado, marrom canela e branco. As cores mais comuns são preto e canela, sendo o Mastim Tibetano branco o mais raro.
  • O Mastim Tibetano filhote cresce mais rápido que outros cães de raças menores, porém sua madureza física só é completa depois do primeiro ano de vida. Por isso, passeios de longa distância devem ser evitados nesse período para que não haja danos ortopédicos.

Recomendações

O Mastim do Tibete geralmente tolera crianças, principalmente as que ele viu crescendo junto com ele desde que era um filhote. Mas não são tão recomendáveis para casas que possuem crianças pequenas. Ele pode se assustar principalmente com outras crianças que forem a sua casa, com brincadeiras e comportamentos inusitados.

Como é uma raça que não se dá muito bem com estranhos, se sua casa é um lugar que tem pessoas indo e vindo sempre, provavelmente ter um cachorro dessa raça em casa não será bom.O Mastim Tibetano tem um temperamento único, portanto somente se você se encaixa nas condições citadas acima, essa raça será ideal para você.

Cuidados com o Mastim Tibetano

O Mastim não é um cão para se viver fora de casa. Ele deve ter acesso dentro e fora de casa, de preferencia que se tenha um quintal grande, para que ele possa se exercitar e gastar um pouco da sua energia diariamente. Brincadeiras de 20 a 30 minutos por dia são essenciais, ou se preferir, poderá fazer leva-lo para caminhar por cerca de 30 minutos.

Sua pelagem densa e pesada não é apropriada para viver em um clima úmido e quente. Embora ele consiga tolerar o calor seco, ele deve ter sempre acesso a sombra e água fresca.

Se não for educado corretamente, o Mastim Tibetano pode se tornar agressivo. Treiná-lo desde o primeiro dia em sua casa vai ajudar para que ele cresça um cão mais sociável e obediente. Portanto, é um cão que exige bastante paciência e tempo para adestra-lo.

Você deverá ter características como dedicação e perseverança. Ter voz ativa irá ajuda-lo a entender que você é quem dá as ordens. Porém não o puna-o com infrações, pois isso prejudica qualquer treinamento.

O adestramento deve estar associado ao que ele faz de bom e não o que ele faz de ruim. O foco deve estar nas coisas positivas, o incentivando com petiscos e recompensas pelo que foi feito corretamente.

Lembre-se que todo cachorro já tem amor. Mas cada um, assim como os humanos, já tem suas próprias características. E da mesma forma que as pessoas mudam de acordo com o que está em volta delas, os cachorros também. Portanto, faze-lo crescer como um cachorro bom é sua tarefa. Ao conseguir realizar isso, terá um ótimo cão de guarda que protege sua casa e ama sua família.

Valor e Onde Comprar

Essa raça ficou conhecida como a mais cara do mundo após um cão ser vendido por 2,5 milhões de reais. No mercado o seu preço é 1,5 milhões, mas pode ser encontrado exemplares a partir de 3.000 reais. A compra desse cachorro do tibete pode ser feita pela internet ou em feiras de exposição de animais.

Mastim Tibetano
Foto: Reprodução

 

 

Se ficou ainda alguma dúvida, deixe o seu comentário abaixo.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (9 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...

9 pensamentos em “Mastim Tibetano-Valores, História da Raça, Características e Cuidados”

    1. Em média custa de dois a três milhões de reais, li em uma reportagem, procure em outros sites e verá que estou certo. Caso queira compra-lo é de suma importância de que vá a exposições caninas classe A

  1. É uma raça extremamente rara, Em 2011, um exemplar da raça foi vendido por cerca de R$ 2,5 milhões – sendo que o seu preço médio gira em torno dos R$ 1,5 milhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *