O Bull Terrier pode até dar medo, mas na verdade só da amor


O Bull Terrier foi criado no século 19 para ser principalmente um cachorro de briga, e posteriormente um cachorro para os homens, pois ele apresenta um ar rústico e forte. Mas atualmente o Bull Terrier é considerado um cachorro de família, e embora parece ser um cachorro bravo, ele não é.

A raça Bull Terrier já esteve em vários comerciais e filmes de televisão. No final de 1980 foi apresentado um comercial da Budweiser apresentado um cachorro da raça Bull Terrier chamado Spuds Mackenzie. Após esse comercial a raça Bull Terrier simplesmente se espalhou nos estados unidos.

Mas embora esse comercial não tenha passado aqui no Brasil, existe vários filmes que você talvez até já tenha assistido algum deles. Veja as imagens abaixo.

Bull Terrier Filme
Reprodução

Bull Terrier Filme Frankenweenie
Reprodução
Bull Terrier Filme Baxter
Reprodução

Esse do baxter não é mera coincidência com o seriado dexter. Mas embora ele retrata algo parecido com o seriado Dexter, pode ter certeza que ele isso não tem nada a ver com a raça de cachorro Bull Terrier. Ele não se trata de um assassino compulsivo, mas sim de um tremendo cachorro amoroso e dócil.

Descrição do Bull Terrier

O Bull Terrier tem o apelido de ‘garoto vestido de cachorro’ justamente por ser um cachorro amigável e com muita energia, além de ser muito engraçado. Ele tem uma personalidade própria, as vezes sendo super inteligente e as vezes tentando inovar as coisas, mas sempre será um cachorro leal a você.

Ter um Bull Terrier é uma experiência nova a cada dia. Essa raça simplesmente não se contenta em ficar sozinho dia após dia, ele quer fazer parte da família, estar sempre junto. Por ser um cachorro com uma personalidade forte, ele precisa de alguém firme para impor as regras, pois senão as regras definidas serão as deles. Portanto não é indicado para alguém que nunca teve cachorro antes, ou que seja tímido e não tenha voz de comando.

Como a maioria dos Terriers (principalmente os machos não castrados), o Bull Terrier pode ser agressivo com outros animais, especialmente outros cachorros. Ele precisa ser socializável desde filhote e ser exposto a diversos sons pessoas, cachorros e outros animais que tenham na casa ou na vizinhança.

Como eles podem ser um pouco indisciplinado e querer tomar as próprias decisões, não é muito aconselhável adquirir um cachorro Bull Terrier se você possuir crianças pequenas em casas, mas se tiver adolescentes com certeza eles serão inseparáveis companheiros.

Como são bastante energéticos, será essencial você gastar um pouco de energia do seu Bull Terrier, caso não quiser que ele gasta essa energia de forma destrutiva em sua casa. Se realmente está interessado em comprar um Bull Terrier, saiba que precisará de paciência e uma confiante liderança para treina-lo e educa-lo da maneira como você queira.

Se está pronto para assumir esse desafio, saiba que sua vida não será mais a mesma. Você simplesmente irá amar ter um Bull Terrier, e ele fará até mesmo o mais chato de sua casa ter interesse em participar das brincadeiras. Pode ter certeza que sua vida não será mais chata e monótona.

História do Bull Terrier

O Bull Terrier nos leva para 1835 e provavelmente veio do cruzamento do Bulldog com a extinta raça de cachorro White English Terrier. Depois esse ‘Bull Terrier’ foi cruzado com os Spanish Pointers para aumentar de tamanho. Eles eram conhecidos como gladiadores nos ringues de luta.

Em 1860 um homem chamado James Hinks começou a criar um cachorro todo branco. Esses cachorros viraram moda para os homens e começaram a ser chamados de White Cavalier por causa de sua força e coragem nos ringues mas ao mesmo tempo por ser companheiro dos homens.

O primeiro Bull Terrier registrado pela American Kennel Club (AKC) foi uma Bull Terrier Fêmea, a Nellie II, em 1885. Em 1897 (12 anos mais tarde), o Terrier Club of America Bull foi criado. Atualmente o Bull Terrier tem o rank 61 entre as raças registradas no American Kennel Club.

Personalidade do Bull Terrier

O Bull Terrier é sempre amigável e extrovertido, nunca é mal humorado e está sempre pronto para te receber feliz. O Bull Terrier e o Mini Bull Terrier são descritos como corajosos e cheio de energia. Se não forem bem socializados, essa coragem e energia pode se inverter e potencialmente torna-los agressivos para com outros animais.

Portanto, por ser uma raça de cachorro forte, desde que ele for um Bull Terrier Filhote, você deverá começar a socializa-lo e a treina-lo, expondo a diversos sons e experiências diferentes, como também a diversas pessoas e animais diferentes.

Com as pessoas, principalmente com as famílias, eles tem a tendência de serem de temperamento doce. Mas a socialização é algo essencial para eles não virarem cachorros desagradáveis. E lembre-se sempre que você precisará ter voz de comando para com ele, pois se for tímido, ao invés de ditar as regras para o seu Bull Terrier, ele é quem vai ditar as regras para você.

Principais Cuidados com o Bull Terrier

O Bull Terrier não pode ser deixado sozinho em casa. Ele vai fazer bagunça igual quando se deixar uma criança sozinha. Portanto, esteja ciente que para ter um cachorro dessa raça, ele não poderá ficar horas e mais horas sozinho em casa sem ninguém. Lembre-se: o Bull Terrier tem bastante energia, e se não for gasta com você, será gasta com os objetos de sua casa.

Falando sobre energia, o Bull Terrier precisa de exercícios físicos e mentais diariamente, de meia hora a uma hora pelo menos. Entre esses exercícios podemos listar passeios a pé ou corridas leves, correr atrás de uma bola, ou brincar com algum brinquedo interativo que você compre em uma loja de brinquedos caninos.

Sempre que for passear com o seu Bull Terrier, coloque uma coleira e um focinheira nele, pois se ele é muito forte e se escapar de você para correr atrás de outro animal, provavelmente vai ser difícil você pega-lo novamente.

O filhote Bull Terrier são mais sensíveis e portanto, você deverá limitar os exercícios a coisas mais leves, que não envolve pular muito ou algo que possam danificar o ossos dele. Como ainda está em desenvolvimento, exercícios pesados podem ferir as articulações dele que ainda está em desenvolvimento.

O Bull Terrier não é a raça de cachorro mais fácil de ser treinada. Portanto, para treinar um Bull Terrier, não deverá usar a força física nem palavras duras ou palavrões. Você será mais bem sucedido se aplicar as técnicas de reforço positivo.

Desde filhote, socialize o seu Bull Terrier e o exponha a diversas pessoas e animais, para que ele cresça um cachorro melhor e inclusive mais obediente a você. Uma das melhores formas de socializa-lo com pessoas é com caminhadas leves, pois ao mesmo tempo em que for conhecendo várias pessoas, você estará ajudando ele a gastar um pouco da sua energia. Acostume-se a um padrão, para que tanto você quanto ele se deem bem, não só nos primeiros anos que ele tiver com você, mas por toda a vida.

Bull Terrier
Picture by rocksss / flickr

Bull Terrier Preço

Qual é o preço de um Bull Terrier? Bem, o preço é algo que varia muito pois depende da ninhada e os pais ou avós já foram campeões ou algo assim. Mas, o preço do Bull Terrier está em torno de R$ 2.500,00 a R$ 5.000,00, em canis de renomes e que realmente tenham vendem Filhotes de Bull Terrier com qualidade.

Você provavelmente consegue encontrar mais barato, mas a procedência é algo bem mais importante. É melhor pagar um preço um pouco mais caro no filhote Bull Terrier do que comprar de alguém que não conhece e simplesmente quer ganhar dinheiro vendendo cachorros de raça.

 

Deixe o seu comentário sobre o que achou da incrível raça Bull Terrier e se pretende comprar um ou se já possui um. Se tiver algum dúvida também, pode perguntar.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (5 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

4 pensamentos em “O Bull Terrier pode até dar medo, mas na verdade só da amor”

  1. Tenho um Bullterrier de 1 ano e meio chamado Caio, totalmente branco e com o nariz pretinho em formato de coração. Tenho 3 crianças em casa, senho 2 meninos, um de 10 e um de 11 e uma menina de 6 anos, alem de mim e do meu esposo. Desde filhote cuidamos muito de ensinar algumas coisas básicas para ele em casa mesmo, usando a internet e boas fontes como inspiração, pois não tínhamos como pagar um adestrador.
    O Caio é muito dócil, amável, carinhoso, atencioso, nunca houve qualquer acidente com ele envolvendo outro animal ou qualquer pessoa.
    Ele se da super bem com qualquer outro animal e os únicos grandes inimigos dele são o aspirador de pó e o secador de cabelo (mais já estamos cuidando para melhorar essas relações… rs)
    Temos o Caio como um filho para nós, buscamos cuidar dele como um de nós, dando toda a estrutura necessária, saúde e lazer e acredito que isso tenha feito toda a diferença para que ele seja tão maravilhoso para nossa família!

  2. Temho um Bull de 4 meses e como acabou c todos os brinquedos!!! Descobri q ele é maluco por garrafa pet de minalba de 10 litros a 1 litro fechado c a tampa, com ou sem agua dentro !!! Sem o rotulo claro!!! Ele fica o dia todo tentando morder mas n consegui pq escorrega da boca e dele!!!!melhor brinquedo de todos

  3. Não sei o que fazer, tenho uma bu terrier 7 meses , e outra vira lata de 8 anos , as duas se davam bem mas outro dia teve duas brigas onde a terrier quase matou a vira latas! Disseram q vou que q doa lá se não ela vai matar a outra!

  4. Bom dia galera !
    Achei um Bull terrier aproximadamente de seis meses porém tenho uma Pit Bull é um labrador . No dia que eu encontrei esse Bull terrier, ele estava muito maltratado e com um problema terrível de pele, onde já está sendo tratado !
    Mas esse não é o meu problema!
    Os meus cachorros aceitaram ele super bem! Mas as vezes eles brigam por causa de comida ou quando estão brincando, principalmente quando estão brincando entre eles .
    O Bull terrier faz um mês que está em casa com agente e não quer me desfazer dele pelo amor que já peguei pelo animal .

    E sei se dar ele pra alguém não vão ter o mesmo cuidado que eu e minha esposa tem com ele, mas não poço por meus cães em risco .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *